O TGB


O Terminal Graneleiro da Babitonga-TGB foi criado com o objetivo de viabilizar a instalação e operação de um dos mais modernos e eficientes terminais de granéis sólidos do Brasil. Com tecnologia avançada, o projeto foi criado para atender as demandas de exportação, principalmente de açúcar e grãos.

Formado por empreendedores brasileiros e empresas estrangeiras, o TGB será uma unidade produtiva destinada ao atendimento de parte da demanda do setor graneleiro no Brasil, que irá trazer soluções para o escoamento de produtos agrícolas brasileiros.

O empreendimento possui um moderno sistema que utiliza diversos meios de transporte com o objetivo de diminuir custos e tempo. Uma infraestrutura logística moderna e adaptada com a utilização de sistemas integrados de diferentes meios, como ferroviário, rodoviário, e com ênfase no aquaviário.

Tudo isso, possibilitará o franco desenvolvimento de toda a região de São Francisco do Sul.




JUSTIFICATIVAS DO EMPREENDIMENTO

A criação de um terminal portuário privado na região de São Francisco do Sul é de extrema importância para toda a economia local, do estado e do Brasil. Facilitará o escoamento de granéis sólidos, aumentando a competitividade de toda cadeia produtiva do agronegócio brasileiro.

Por ter uma grande capacidade de armazenamento e um sistema integrado e ultra moderno de desembarque, permite a descarga de até 6 caminhões simultaneamente. Poderá também atender uma composição ferroviária de até 800 metros de comprimento, inteiramente dentro do terminal, evitando transito externo por conta das manobras de trens, que poderão descarregar em movimento.

O Terminal contribuirá com a competitividade do produto brasileiro no mercado de granéis sólidos a nível internacional, proporcionando grande desenvolvimento em toda a região, aumentando a qualificação dos moradores gerando novos postos de trabalho. Será um dos mais modernos terminais de granéis do mundo.




LOCALIZAÇÃO

O TGB está situado na parte insular da Ilha de São Francisco do Sul, margem sudoeste da Baía da Babitonga, zona portuária do município, na estrada das Laranjeiras (Rua Walter Rhinow), bairro Laranjeiras. Aproximadamente a 2km da BR-280 e 3,4km da linha férrea operada pela Rumo Logística.



VEJA NO MAPA